Visite Nossa Agência de Publicidade Virtual !!!
 Inicial:  Introdução:  Lafayette Rodrigues:

 Nossa Cidade

» Introdução                

» História                 

» Lafayette Rodrigues

» Cronograma            

» Pontos Turísticos     

  :: Matriz                   

  :: Chafariz                

  :: Museu                  

  :: Solares                 

  :: Estrada Real         

» Curiosidades           

» Personalidades        

» Cultura                    

  :: ACLCL                 

» Dados geográficos  

» Economia              

» Educação              

» Lazer                     

» Agenda de Festas   

» Saúde                     

» Câmara                  

» Poder Executivo      

» Símbolos               

» Onde Hospedar       

» Onde comer            

» Telefones Úteis        

» Mapa da cidade       

» Previsão do Tempo  

» Guia Comercial        

» Classificados           

 

 

 

Jurista mineiro.

Um dos nomes mais

importantes da história

da jurisprudência no

Brasil. Autor de Direitos

de Família e Direito

das Cousas.

 

Lafayette Rodrigues Pereira nasceu no distrito de Nossa Senhora da Conceição (atual Conselheiro Lafaiete), no estado de Minas Gerais em 28 de março de 1834, filho do Barão de Pouso Alegre (Antonio Rodrigues Pereira).

 

"tornou-se advogado em 1857"

Formou-se em direito em 1857, em São Paulo, e vai para o Rio de Janeiro exercer a profissão. Começa a carreira no escritório de Teixeira Mendes, respeitado jurista da época, e chega a atuar também como jornalista do Diário do Povo, entre outros órgãos, nesse período, Passa na cidade a maior parte de sua vida, deixando-a somente para governar o Ceará, em 1864, e o Maranhão, em 1865. Faz a carreira na política ao lodo dos liberais, como deputado por Minas Gerais (legislatura 1878 a 1881), Ministro da Justiça (1878) e Senador (1879), mas abandona o movimento republicano, apesar de figurar entre os signatários do manifesto de 1870 a favor da República.

 

"autor de O Direito da Cousas (1877)"

É autor de O Direito da Cousas (1877), obra que organiza a confusa jurisprudência brasileira e os textos jurídicos de origem portuguesa, dando consistência ao exercício do direito brasileiro. Além de lidar com textos jurídicos, envolve-se também em polêmica literária, ao defender a obra de Machado de Assis das críticas de Silvio Romero (Machado de Assis: Estudo Comparativo de Literatura Brasileira, de 1897). Sob o pseudônimo de Labieno, escreve uma série de artigos na imprensa, posteriormente publicados no livro Vindiciae (1899). É eleito em 1909 à vaga de Machado de Assis na Academia Brasileira de Letras. Morre no Rio de Janeiro em 29 de janeiro de 1917.

 

Texto retirado do Almanaque Abril: quem é quem na história do Brasil.