"Metade da humanidade vive torrando o saco da outra e vice versa."

.

.

.

.

.