Quando olhares pata trás, não se arrependa de nada... arrependa-se apenas de não ter gritado mais, xingado mais... é assim que se é feliz!!!

.

.

.

.

.